O desenho Infantil – Garatuja Controlada

Garatuja Controlada

Depois de falar um pouco sobre a fase do desenho em que a garatujo ainda é descontrolada e como tinha referido, depois dessa fase e progressivamente, a criança vai entrar numa etapa importante chamada de Garatuja controlada, distingue-se da garatuja descontrolada porque nesta etapa a criança  vai descobrir o controlo visual que possui sobre os traços que executa e dedica-se a rabiscar com mais entusiasmo, uma vez que coordena o controlo visual e motor daquilo que faz.

Nesta etapa nota-se que a criança demonstra extremo prazer em desenhar, sendo que a figura humana ainda só aparece de maneira imaginária. A cor tem um papel secundário, notando-se o interesse pelo contraste, mas nem sempre há intenção consciente. É uma fase de aperfeiçoamento do traço.

Nesta etapa podemos notar que a criança enquanto desenha apresenta algumas das seguintes caraterísticas:

  • Dirige a sua mão com a vista sobre a superfície em que desenha (coordenação visual-motora);
  • Aumentam o número de traços horizontais;
  • Utiliza várias cores;
  • Aparecem traços repetidos: circulares, linhas cortadas, pontos… com centros de intersecção;
  • Revela vontade de em desenhar dentro dos limites do suporte que lhe for fornecido;
  • O desenho tem significado para ela, e embora não chegue a representar algo reconhecível começa a relacionar os seus desenhos com o meio que a rodeia (família, amigos…), começa mesmo a dar nomes ao que desenha (pai, mãe, cão etc…)
  • Gosta de deixar marcas repetidas nos materiais de modelagem;
  • Ainda varia o modo de segurar no lápis, sem conseguir, por vezes, segurá-lo na posição de pinça.
    art_do2

    Garatuja Controlada

    art_do3

    Garatuja Controlada

Por tudo isto podemos entender que não são só riscos e traços sem sentido, a garatuja revela o olhar da criança, é a sua representação da linguagem, é uma das muitas formas de construir o seu conhecimento em contato com os objectos. O nosso papel é o de proporcionar esses momentos, oferecer diversidade de materiais e suportes ampliando as possibilidades criativas das nossas crianças.

Depois desta etapa, pode começar a dar novos passos no seu desenvolvimento pictórico, e tratar de representar objetos e pessoas concretas do entorno que a rodeia.

Uma fase que falaremos mais à frente.

Espero que tenha sido útil.

Bom trabalho e boas aprendizagens

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s